JM redondo sem fundo com reflexo.png
  • JM

Processo que pode suspender vereadora Miriam tem votação da maioria na Câmara para prosseguir.

A comissão de ética que está sendo presidida pelo vereador Serginho do PDT tem como relator José Auri do PT e ouvidor Jimmy Carter MDB, levou para a votação se iria ou não dar seguimento ao processo contra a vereadora Mirian Buchweitz do MDB, nesta segunda feira, com os votos da maioria o processo por quebra de decoro parlamentar vai ter continuidade.


Na votação a manifestação contrária ou a favor do processo se deu pelo ato de ficar em pé ( contra) ou sentado ( A favor ).

No vídeo a manifestação a fala do relator e do presidente da comissão é registrada.

Foram contra:

Jimmy (MDB)

Cleusa ( MDB)

Mauro ( MDB )


A favor de seguir o processo:


José Auri ( PT )

Serginho ( PDT)

Lucia ( PDT)

Carlos Caetano ( PDT )


Não votaram a vereadora Mirian e o vereador Manoel ( Progressista) que moveu o processo.


Ainda não foi desta vez que a vereadora Mirian fez uso da palavra para sua defesa, no entanto na última semana ela utilizou as redes sociais para se manifestar e demonstrou indignação para com o processo que está a sofrer, onde ela afirma que nada mais fez do que cumprir o seu papel de fiscalizadora, e uma palavra mal colocada por ela "fantasma" esta a servir de motivo para toda a movimentação, ela também colocou em pauta os gastos e obras que são feitas na Câmara de vereadores em anos anteriores.


O processo pode suspender o mandato da vereadora. O desfecho dos próximos capítulos desta história estão sendo esperados por situação e oposição e pela população do município.


Conteúdo, vídeo.

Marcelo Oliveira

Contatos:

(53) 991395814

E-mail marceloskank@nativafmpiratini.com

1,361 visualizações0 comentário